FANDOM


Yuma Lau
Far Cry 4 Yuma
A Aranha
Nome: Yuma Min Lau
Estado: Morta
Papel: Antagonista Secundária
Lugar de nascimento: Hong Kong
Data da morte: 2014
Causa da morte: Morta a Facadas por Ajay Ghale
Nacionalidade: Asiática
Religião: Mitologia Kyrati
Altura: 5' 8" (1.73 m)
Cor do cabelo: Preto (Pitado de Rosa)
Cor dos olhos: Verde
Peso: 128 lbs (58 kg)
Residência(s): Mina KEO Svargiya
Apelido(s): Prefeita de Durgesh
A Aranha
O demônio de Durgesh
Afiliações: Pagan Min
Guarda Real
Sr. Nigel
Profissão: Prefeita de Durgesh
Experiente em: Drogas e Alucinógenos
Jogo(s): Far Cry 4


"Sonhou que estava caindo? Muita gente cai por aqui. A maioria deles não acorda, é o que este lugar faz com pessoas fracas."
―Yuma para Ajay[src]

Yuma Lau é a antagonista secundária de Far Cry 4 e braço direito de Pagan Min. Ela é a general da Guarda Real, assim como prefeita de Durgesh. Yuma Lau também é meia irmã de Pagan Min, o pai de Pagan adotou Yuma após a morte dos seus pais. Yuma também foi apaixonada por Pagan min que só a via como irmã.

HistóriaEditar

Yuma tem conhecido Pagan Min desde a infância. Ela era a filha de um chefe do crime e viu o pai e a mãe serem alvejado por tiros durante os ataques da força-tarefa conjuntas entre a INTERPOL e a operação NNCC em Hong Kong. Os ataques foram feitos para limpar as forças Tríade fora fronteira da China, em Hong Kong, tendo como alvo vários senhores da droga, incluindo a sua família e a Mins. Kang Min, o pai de Pagan, adotou Yuma que estava órfã e a deixou sob sua gangue para reembolsar seu pai por uma dívida antiga, embora com toda a probabilidade, a Gang foi fundinda com seu império fraturado e com o império da família.

Pagan Min nunca preocupou-se com Yuma, mas fez com que ela tive-se a melhor educação. Pagan se tornou uma figura de irmão mais velho para ela e Yuma veio a idolatrá-lo. Ele constantemente a incentivava do seu intelecto e crueldade. Para seu 18º aniversário, Pagan deu Yuma as cabeças dos três homens que tentaram roubar a herança do império de seu pai, e em troca ela usou sua herança para ajudar Pagan a criar uma força forte o suficiente para assumir Kyrat.

Ela permaneceu leal a Pagan até que ele se apaixonou por Ishwari Ghale. Yuma diz que ela se sentia como se ele não fosse mais o homem ambicioso e poderoso que ela admirava quando criança e culpa Ishwari dizendo que ela o "quebrou". Yuma em seus diários diz que ela não gosta quando as pessoas se apaixonam, mas sim que ela acredita que o amor pode realmente fazer algumas pessoas mais forte, mas afirma que Pagan não era uma dessas pessoas e que isso o fez uma bagunça. Após Ishwari fugir para os Estados Unidos Yuma esperava Pagan iria voltar para a maneira como ele era antes, mas ficou desapontada quando viu nenhuma mudança e diz que ela percebeu que "quando algo quebra, continua quebrado".

Yuma decidiu que ela precisava de um novo ídolo e tornou-se obcecada com o mito do Kalinag, um herói lendário da história Kyrati. Ela tomou as histórias deste grande guerreiro para o coração e agora procura em toda Kyrat os thankas de Shangri-La para revelar seus segredos. Ainda no entanto parece abrigar uma grande quantidade de amargura por Ishwari e Pagan. Ela acha que o desejo de Pagan para manter Ajay Ghale vivo é um reflexo de sua fraqueza, e, durante a sua luta com Ajay ela declara que ela vai fazer o que Pagan "nunca teria coragem de fazer", matá-lo e "espalhar as cinzas de sua mãe em fezes do porco".

Far Cry 4Editar

Yuma é vista pela primeira vez após Ajay ser forçado a sair de um avião por Willis. Ela sai da cela de Ajay com Pagan Min, mas ela já havia planejádo a morte de Ajay, então um guarda aplica uma seringa nela e faz com que Ajay tenha alucinações, Enquanto foge da prisão Durgesh, Yuma pode ser ouvida descrevendo como Pagan se tornou fraco e como ela começou a idolatrar Kalinag.

Quando Ajay escapa da prisão, ele desmaia de frio e falta de ar por estar em uma montanha alta, e quando acorda ele está no Norte de Kyrat, com Pagan dizendo ao rádio que se desculpa pois ele não sabia dos planos da Yuma, começando os eventos da DLC Fuga de Durgesh, no caminho de sua fuga (Ainda na DLC) Ajay ouve sobre a expedição que Yuma enviou a um Vale nas ao Norte de Kyrat, O Vale Perdido, ele ouve que essa expedição foi enviada atrás de algo de muito poder chamado de "A Relíquia", e que seria de grande ajuda se Yuma possui-se a Relíquia, então ao fugir do Norte de helicóptero, Ajay contacta Amita e Sabal, dizendo que iria atrás da expedição e destruir a Relíquia, iniciando os acontecimentos da DLC Vale dos Yetis.

Ao desmaiar no final da DLC, Ajay tem a ilusão de ter virado um Yeti, mas ele é acordado por Amita ou Sabal (Escolhas do jogador) em sua casa. Depois de liberar o Norte, Ajay é dado a localização de Yuma por difusão de Pagan Min sobre o atentado contra sua vida. Ajay vai para uma caverna, onde ele é confrontado por Yuma, que lhe dá alucinógenos. Enquanto alucinante, Ajay é forçado a confrontar Kalinag em pessoa, ajudado pelos Rakshasas e o seu Sky Tiger. Depois de atacar-lhe três vezes, Ajay começa a esfaquear indefinidamente Kalinag, até que ele "acorda" de suas alucinações e descobre que "Kalinag" era na verdade Yuma, morta no chão.

CuriosidadesEditar

  • Yuma efetivamente usa alucinógenos para manipular suas vítimas. Antes de sua luta, ela tentou seduzir Ajay Ghale enquanto ele estava em um estado drogado, permitindo a ela para desarmá-lo.
  • Ao falar com Pagan Min, Yuma fala sempre apenas em sua cantonês nativo.
  • Várias de seus diários podem ser descoberto na forma de letras e notas, explorando o mundo do jogo, no qual ela castiga Pagan por ter se tornado "fraco" (Mesmo considerando uma estratégia de saída) e revelando sua obsessão com Kalinag e Shangri-La.
  • A missão de matar Yuma, "Vingança", é uma referência direta à missão de mesmo nome em Far Cry 3. Em ambas as missões o jogador é encarregado de matar o antagonista secundário e em ambos o jogador é drogado e forçado para lutar enquanto alucinando.
  • Na Mina KEO Svargiya o jogador pode encontrar uma nota de alguém chamado "Sir Nigel". Nele Sir Nigel descreve ter uma visão testemunhando a morte de Yuma e pedindo-lhe para deixar o país antes que possa acontecer algo. Sir Nigel nunca é visto ou ouvido de novo, embora seja interessante que ele ignora formalidades em sua carta, referindo-se a Yuma como "minha pobre querida".
  • Ao contrário de sua colega governadora, Noore Najaar, Yuma parece permitir a produção de aguardente em seu território, mas ela exige que tudo ser enviado para o palácio de Pagan Min para consumo lá.
  • Sua obsessão com Kalinag e Shangri-la parece ter sido reforçada por seu relacionamento com Sir Nigel, cuja casa e cabine podem ser explorado no jogo, e cujo diário expressa um forte interesse em reivindicar sua reputação profissional, encontrando Shangri-la.
  • Em um documento intitulado "R.G. Memo: CIA" Yuma coloca uma recompensa pela cabeça Willis Huntley, oferecendo dinheiro e redesignação confortável para qualquer soldado que o pega-se. Isso poderia explicar por que Willis deixa Ajay ser capturado, se ele fechou um acordo com Yuma dando Ajay em troca dele mesmo.

GaleriaEditar


[v · e · ?]
Personagens de Far Cry 4
Protagonistas: Ajay Ghale (Kyrat)  •  Kalinag (Shangri-La)  •  Hurk (Coop)
Antagonistas: Pagan Min  •  Yuma Lau  •  Paul Harmon  •  Noore Najjar  •  Eric  •  Gary  •  Willis Huntley  •  Misra  •  Rakshasa  •  Mestre Sandesh  •  Ramdan Sandhar  •  Singh
Caminho Dourado: Mohan Ghale  •  Ishwari Ghale  •  Darpan  •  Sabal  •  Amita  •  Bhadra  •  Longinus  •  Balin  •  Deepak
Residentes
de Kyrat
:
Mumu Chiffon  •  Rabi Ray Rana  •  Yogi & Reggie  •  Sharma Salsa  •  Chinjan  •  Kanan  •  Raju  •  Dharani  •  Jangbu  •  Digvijay  •  Gandharva  •  Oojam  •  Vibhat
Outros: Chet Peterson  •  Laura Harmon  •  Ashley Harmon  •  Gang Min  •  Divya Kandala  •  Suraj  •  Priya